Sábado, 21 de Abril de 2007
O Ovo da Serpente

 A Democracia, como a vivemos actualmente, tem as suas virtudes. Não há, que se saiba, regime político mais civilizado e tolerante. Isso é indiscutível.
Mas não são só rosas. Também tem alguns espinhos. Há defeitos que a Democracia tem que corrigir, para  defender a sua própria subsistência.
Corre-se muitas vezes o risco de confundir Liberdade com  liberalismo completo e "selvagem" , especialmente quando essa confusão interessa a certas entidades com objectivos mais ou menos obscuros.
É o caso, por exemplo,  dos grupos neo-nazis, que não gostam nada, mesmo nada, da Democracia, mas que evocam os seus princípios apenas para aquilo que lhes interessa. Ou seja exigem que os respeitemos quando eles, contraditóriamente,  não respeitam absolutamente ninguém que seja diferente deles. São profundamente intolerantes, mas querem a nossa tolerância. Não são, evidentemente, ingénuos, quando reivindicam os seus "direitos". Sabem que essa é uma das nossas fraquezas....e apontam certeiramente. Lembram-se do filme "O Ovo da Serpente" do Bergman ? Sobre a forma como o nazismo foi crescendo "sorrateiramente" dentro do regime democrático ?
Parece-me que a Europa não aprendeu bem a lição dos anos 30 e 40 do século passado.....e que continua a desenvolver políticas que favorecem o aparecimento de pequenos ovos de serpente. E, pior que isso, vai deixando evoluir esses ovos (neo-nazis e outros, lembremo-nos dos acontecimentos  recentes em França) menosprezando a serpente que vai crescendo no seu interior.
Não querendo ser, de modo algum, alarmista, acho que já vai sendo tempo de o nosso sistema democrático passar a encarar estas realidades emergentes. Cá na nossa terrinha também. Percamos de vez o preconceito "políticamente correcto" da tolerância absoluta. Não podemos tolerar os intolerantes. Estamos a criar corvos que nos arrancarão os olhos (parafraseando o título de outro conhecido filme). Não deixaremos de ser democratas por isso.
Grupos que defendem ideologias fascistas e xenófobas, condenadas na nossa Constituição, que têm verdadeiros arsenais em sua posse, que inclusivamente já assassinaram pessoas no nosso país, não podem ser tolerados.

Não podem sequer ser tratados como qualquer outro grupo político. As suas actividades anti-democráticas têm que ser proibidas. Proibidas, sim!
Sabem o que acontece àqueles pais que vão deixando os filhos fazerem o que lhes apetece, sem regras e sem orientação ? Quando reparam no problema que têm em casa, já não vão a tempo...
Não tem nada a ver ? Tem, tem!


tags:

segismundoquê? às 16:28
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
23
24

25
26
27
28
29
30